sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

O Espelho Mágico


Apetece-me apetecer-nos fodermo-nos,
Tanto, tão intensamente.
Querer sentir, ver e viver o prazer
Ampliá-lo, maximizá-lo, tanto:
Nós dois, um sofá ou cama
Vontades exacerbadas por preliminares pirómanos,
Eu sentado, ligeiramente reclinado,
Erecto, dilatado, molhado de tesão
Tu por cima,
Encharcada de desejo
De costas para mim,
Pernas abertas
Deixares-te descer em mim,
Por onde em ti quiseres,  te apeteça, desejes e ouses,
Encostares as tuas costas contra o meu peito,
E comandares o ritmo a que me queres a entrar em ti;
O sexos a brincarem,
Nós dois,
Mais as nossas 4 mãos livres, 20 dedos.
Os teus seios e mamilos eriçados e reivinvicadores,
Sentir tudo a trabalhar afinadamnte,
Todas as sensações ali, naquele centro de nós,
Amplificadas ao máximo.
Mas não chega ainda;
Precisamos de sentir, de ouvir, mas também ver,
Voyeurs e exibicionistas que somos.
Estamos à frente de um espelho e olhamos,
Os outros dois naquele vidro
Aqueles sexos que lá se mexem ao ritmo dos nossos
Aquelas outras 4 mãos reflectidas,
Aqueles outros 20 dedos alucinados
Mais aquele par de maravilhas empinadas,
E ver como são feitos os sons que ouvimos de cá,
Do lado de lá, os movimentos de lábios
Sintonizados com os impropérios que nos dizemos aqui.
Ver-nos ali multiplicados,
Num espectáculo onde somos protagonistas e publico.
E esperar pelo auge DO orgasmo poderoso,
de admirar aquelas faces no espelho,
as feições que ganham quando nos vimos cá deste lado,
os néctares que sentimos a espalharem-se por nós,
e que vemos no espectáculo que nos oferecemos.
Porque afinal, todos se vêm,
Nós dois que nos sentimos um no outro;
E os outros dois que vemos no espectáculo de nós próprios.
- “ vês, como se beijam aqueles dois ali no espelho?”
- “ Sim, e olha como ele a abraça”.


Quando? Não sei, não é importante, sei que é naquele patamar,
Nem sei se é o primeiro ou o ultimo,
Sei que apenas depende de quantos degraus temos vontade de subir de cada vez.

8 comentários:

  1. Gosto de espelhos. De ser voyeur do meu próprio prazer, de ler o prazer do outro, de me saber a sua causa, de perspectivas novas. Efectivamente gosto de espelhos.

    ResponderEliminar
  2. O tempo não é importante quando sentimos de novo o milagre de...

    ...coming home!

    lembro-me de um filme...39 steps...thriller, claro.

    Lembro-me de outro, Lendas de Paixão, ou ainda de outro, Body Heat...

    A última frase do texto...a minha preferida. Intuição?

    Beijo reflectido no espelho no Desejo.

    P.S. É magia ser-se Musa!

    ResponderEliminar
  3. Gazer,
    E eu gostei do reflexo desse beijo reflectido.
    Magnifying Kiss.

    ResponderEliminar
  4. Ver o nosso prazer, o nosso rosto a ter prazer, os corpos juntos, o prazer sublime... gosto.

    ResponderEliminar
  5. Desejo Evidente,
    Agrada-me que este canto esteja a tornar-se um espaço de gente com bom gosto.

    ResponderEliminar
  6. Pussy... acho que há aqui um erro de casting...
    2ºDTO-FT é andar que não me faz soar nenhuma campainha...
    Beijo de penthouse.

    ResponderEliminar
  7. ... gagging as ... still evaluating?
    Like in step by step? Floor by floor?
    Hum... I may like that...
    perpetuality of OUR true?

    And may need a confirmation sign.

    ResponderEliminar